A DISLEXIA E AS EXPERIÊNCIAS COM O MOVIMENTO NA EDUCAÇÃO FÍSICA: NARRATIVAS MATERNAS

Edivan Bronel Correa, Edywilson Lopes da Mata, João Dulcidio Boaventura, Silvio Benhur de Paula Filho, Wellinton Pompilho Mendonça Furtado, Talita Ferreira Biedrzycki

Resumo


RESUMO

Esta pesquisa tem como foco aproximar a temática da dislexia à área da Educação Física, estabelecendo como objetivo analisar as experiências da criança disléxica com o movimento na infância a partir das narrativas maternas. A pesquisa se caracteriza como qualitativa do tipo narrativa e foi realizada com cinco mães de crianças entre 8 e 12 anos com dislexia e uma já adulta atualmente. Utilizou-se a entrevista em profundidade para registro das narrativas maternas das participantes. A análise de dados da pesquisa foi realizada de acordo com a interpretação subjetiva do discurso das participantes a partir do registro e apresentação das falas, mediado pela literatura científica sobre o tema. Como resultado, as narrativas trouxeram elementos que não só aproximaram a Educação Física da dislexia, apontando algumas dificuldades de ordem motora, como também de socialização presente no contexto dessas crianças, como também fez-nos refletir e pensar nas contribuições sobre como a área da Educação Física, pode, de fato, auxiliar a criança disléxica e sua família, juntamente a outros profissionais envolvidos, numa perspectiva multiprofissional tão incipiente ainda no contexto da Educação Física.

Palavras-chave: Dislexia; Educação Física; Narrativas Maternas.


Palavras-chave


Dislexia; Educação Física; Narrativas Maternas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


*** ISSN  (versão online: 2595-4628 )

*** ISSN (versão impressa: 2318-7018 )