ESTUDOS DE CROMOSSOMOS MITÓTICOS EM ESPÉCIES DE PEIXES QUE OCORREM NOS AFLUENTES DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO CLARO - MT

Autores

  • Anthony Alex Zeri De Macedo Marino
  • Antônio Júnior Martins Da Silva
  • Felipe Both Mazuchini
  • Gabriel Thomas Correia Scatolin
  • Isabella Maria Lopes Ribeiro
  • Raphael Nunes Silva
  • Lucas Ferreira de Moura

Palavras-chave:

Peixes, Citogenética, Cromossomo, Giemsa, Ag-RONs, Banda C

Resumo

Os peixes representam um importante grupo dentre os vertebrados no mundo animal em geral, correspondendo mais de 40%. Dentre às seis regiões zoogeográficas conhecidas no mundo, a região Neotropical possui maior diversidade de espécies encontradas, até o momento mais de 2.600 espécies já foram descritas, outras fontes de pesquisa sugerem uma estimativa de 8.000 espécies podem ocorrer na região, portanto é um dos grupos com maior interesse de estudos em variabilidade genética e de evolução. A citogenética de peixes vem se tornado uma importante área da ciência, especializada nos conhecimentos de processos de cromossomos mitóticos e meióticos, mecanismos macro e microestruturais encontrados nas diversidades de plantas e animais, auxiliando desta forma na organização sistemática dos peixes de água doce da América do Sul. As técnicas convencionais da citogenética básica são ferramentas importantes para o estudo dos cromossomos mitóticos e meióticos; como a coloração convencional em giemsa, localização de regiões de heterocromatina constitutivas (bandas C) e estudos de regiões organizadoras de nucléolo com uso de impregnação de nitrato de prata (Ag-RONs). Diante das informações encontradas na literatura muitos trabalhos citogenéticos foram realizados com as espécies de traíras como Hoplerythrinus unitaeniatus e Hoplias malabaricus do rio Arinos, poucas são as informações das espécies dos córregos e as composições cariotípicas para estudos evolutivos, destacando uma importância de uma compreensão da evolução cromossômica das espécies de peixes destes ambientes. O trabalho tem como objetivo geral obter os cromossomos mitóticos e se possível caracterizar cariotipicamente as espécies com a utilização da coloração convencional com Giemsa, Bandas C e Ag-RONs de ocorrência nativa oriundas de córregos do município de São José do Rio Claro - MT. Até o momento foi realizado a coleta de um único ponto, córrego situado próximo de 2 km da cidade, a captura se deu pelo uso de redes e armadilhas, as espécies coletadas foram transportadas para o laboratório de ciências da escola estadual São José do Rio Claro e posteriormente acondicionadas em aquário. Para a obtenção dos cromossomos mitóticos será utilizado o protocolo de Egozcue (1971) modificado por Bertolo et al (1978), para as Regiões de heterocromatina constitutiva (BC) será obtida seguindo experimento de Sumner (1972), a visualização dos cromossomos será realizada por meio de um microscópio de luz com um sistema de captação de imagens com um software acoplado. Esperasse que com o protocolo de obtenção dos cromossomos metafásicos e as técnicas nos permite a visualização das estruturas cromossômicas e suas variações na composição da fórmula cariotípica.

Downloads

Publicado

2023-11-23

Como Citar

Marino, A. A. Z. D. M., Silva, A. J. M. D., Mazuchini, F. B., Scatolin, G. T. C., Ribeiro, I. M. L., Silva, R. N., & Moura , L. F. de. (2023). ESTUDOS DE CROMOSSOMOS MITÓTICOS EM ESPÉCIES DE PEIXES QUE OCORREM NOS AFLUENTES DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO CLARO - MT. Anais Da Motivando: Feira De Inovação E Ciências Do Univag, (03). Recuperado de https://periodicos.univag.com.br/index.php/motivando/article/view/2374