ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL PARA ALÉRGICOS À PROTEÍNA DO LEITE DE VACA

Autores

  • Rayane Oliveira da Conceição
  • Marilia Aita Isquierdo Brianeze
  • Gabriel Abreu Brito
  • Fábia Dayane Corrêa
  • Luzileide Alves da Silva Munhoz
  • Patricia Egídio de Amorim Mendes
  • Leonardo Silva Queiroz
  • Jackeline Corrêa França de Arruda Bodnar

Resumo

Introdução: A Alergia à Proteína do leite de Vaca (APLV) é uma resposta imunológica exacerbada que pode causar várias reações adversas, desde manifestações cutâneas até uma anafilaxia, que pode levar a óbito, portanto, a exclusão de leite e derivados da alimentação é essencial. Porém, como o leite e derivados são uma importante fonte de cálcio, mineral essencial no nosso organismo, a preocupação com uma possível deficiência deste micronutriente se faz necessária em todas as etapas da vida, de modo especial naqueles que necessitam excluir da dieta esse grupo de alimentos e potencializar o consumo e outros alimentos fonte desse mineral. Objetivo: Orientar crianças com APLV a consumir uma variedade de alimentos ricos em cálcio, evitando assim um déficit desse micronutriente. Métodos: Orientação nutricional diferenciada, didática e lúdica, através de materiais confeccionados em feltro e boneco de pano, a dinâmica foi feita de forma com que houvesse interação entre o personagem e a criança apresentando opções variadas para uma alimentação mais adequada neste determinado grupo - crianças com APLV - abrangendo alimentos que contenham os micronutrientes em quantidades significativas e, portanto, que seriam substitutos ideais em uma dieta de restrição alimentar. Esta orientação foi realizada pelos estudantes do curso de Nutrição como produto do “Projeto Integrador – Nutrição e comunidade”, no domicílio destas crianças que foram previamente selecionadas e que possuíam dificuldade de ter uma alimentação variada. Resultados: Os entrevistados demonstraram interesse nas orientações e na dinâmica realizada, participando de forma ativa, mostrando os alimentos que consumiam e também prestando atenção nas opções apresentadas pelo personagem. Posteriormente à atividade realizada com as crianças, seus responsáveis relataram que elas ficaram curiosas em relação aos alimentos que foram propostos e se dispuseram a experimentá-los. Uma vez que essas crianças passem a consumir estes alimentos, espera-se que a chance de ocorrência de deficiência nutricional diminua significativamente. Conclusão: A orientação nutricional lúdica, utilizando materiais em feltro, demonstrou um impacto positivo nas crianças que participaram dessa etapa do projeto. Conclui-se então que é possível melhorar ou prevenir o déficit de cálcio em crianças com APLV que consequentemente seguem uma dieta totalmente isenta de leite e derivados. Palavras-Chaves: Alergia à Proteína do leite de Vaca. Resposta imunológica. Anafilaxia.

Downloads

Publicado

2022-11-29

Como Citar

Conceição, R. O. da, Brianeze, M. A. I., Brito, G. A., Corrêa, F. D., Munhoz, L. A. da S., Mendes, P. E. de A., … Bodnar, J. C. F. de A. (2022). ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL PARA ALÉRGICOS À PROTEÍNA DO LEITE DE VACA. Anais Da Mostra Científica Do Programa De Interação Comunitária Do Curso De Medicina, 5. Recuperado de https://periodicos.univag.com.br/index.php/picmed/article/view/2105