RESPONSABILIDADE E CONDUTA MÉDICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NO PLANEJAMENTO FAMILIAR

Autores

  • Ana Carolina Marangon Vieira
  • João Lucas Regis Borges
  • Raquel Silva de Rezende
  • Gislaine Rodrigues de Campos

Resumo

Introdução : Este trabalho pretende ressaltar a importância da adesão do planejamento familiar, que consiste no direito que o cidadão tem de ter acesso a informação, assistência e recursos que permitem a escolha de ter ou não filhos, sendo de responsabilidade do médico informar de forma clara e acessível, expondo todos os métodos que garantem uma vida sexual segura permitindo a escolha de quando aumentar a família. Além de oferecer auxílio para os casos de problema de fertilidade, realizando os exames e orientações adequadas. A organização dos cuidados com o pré natal e puerpério deve ser centralizada nas necessidades da gestante e parturiente, de acordo com as diretrizes indicadas pelo ministério da saúde e o SUS, observando a individualidade da mulher e sua família Os objetivos da atenção à saúde materno infantil são: oferecer um atendimento integral em todos os níveis da rede, de forma longitudinal , individualizada e universal, de acordo com as diretrizes e princípios do sistema único de saúde. O seguinte trabalho tem como justificativa os problemas de saúde pública gerados pela não adesão aos programas de planejamento familiar do Sistema Único de Saúde (SUS), visto que a educação em anticoncepção, pré concepção, pré natal e puerpério é um desafio para as políticas públicas brasileiras, o que gera gravidezes indesejadas ou com agravos evitáveis, além de dificuldade no cuidado com o recém-nascido e a parturiente em período de puerpério. Para orientar este estudo, adotamos como problema de pesquisa a seguinte pergunta: qual o papel do médico do SUS no planejamento familiar? Para isso, organizamos o trabalho falando inicialmente de orientações anticoncepcionais, cuidado com a família com riscos de infertilidade e atendimento pré concepcional. Então seguimos discutindo a atenção pré-natal, com suas consultas e cuidados guiadas pelo trabalho médico e, por fim, as orientações para que recém-nascido e parturiente tenham um período de puerpério seguro e saudável. Palavras-chave: Medicina; Sistema Único de Saúde; Planejamento Familiar; Anticoncepção; Pré Concepção; Pré natal; Puerpério.

Downloads

Publicado

2022-11-29

Como Citar

Vieira, A. C. M., Borges, J. L. R., Rezende, R. S. de, & Campos, G. R. de. (2022). RESPONSABILIDADE E CONDUTA MÉDICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NO PLANEJAMENTO FAMILIAR. Anais Da Mostra Científica Do Programa De Interação Comunitária Do Curso De Medicina, 5. Recuperado de https://periodicos.univag.com.br/index.php/picmed/article/view/2148