RELATO DE EXPERIÊNCIA: PROJETO ACERCA DA DENGUE PARA PREVENÇÃO E PROMOÇÃO DE SAÚDE NA PRÉ-ESCOLA

Autores

  • Vívian Barcelos de Souza Dutra
  • Amanda Simon Puziski
  • Gislaine Rodrigues de Campos

Resumo

Introdução: Desde sua criação, o Sistema Único de Saúde (SUS) modificou-se com a intenção de proporcionar uma política pública democrática e universal, a qual engloba inúmeras estratégias para promover o oferecimento de cuidados à saúde. Dessa forma, um dos aspectos de protagonismo que o SUS propicia é a prevenção de doenças, que, em geral ocorre por meio de campanhas de informação, imunização e ações preventivas. E a escolha desse tema sucedeu-se pela importância desse cuidado e da prática social, integrando neste caso a saúde e as crianças, para que elas pudessem conhecer mais sobre o assunto e estender seu conhecimento. Descrição: Esta atividade teve como objetivo descrever uma ação social que se desenvolveu baseada em uma apresentação realizada em escola estadual com a população infantil. Trata-se de um relato de experiência, vivenciado por acadêmicos do curso de medicina, na realização de uma estratégia social de prevenção à dengue por meio de narrativa acerca do tema e atividade lúdica. O programa de interação comunitária (PIC), disciplina curricular do curso de medicina no Centro Universitário de Várzea Grande, tem como proposta a elaboração de projeto de intervenção a respeito de temáticas estudadas no decorrer do semestre, com o intuito de inserir os alunos à realidade da população adscrita em sua unidade de saúde e integrá-los a mesma. Dessa forma, diante o desígnio para realização de um projeto, alunos da segunda etapa do curso efetuaram uma palestra com explicação simples e recurso didático através de cartazes ilustrativos para expor o que é, como ocorre, formas de transmissão e o desenvolvimento da dengue, doença infecciosa causada pelo vírus Aedes aegypti, além de maneiras para atuar na prevenção da doença por meio de ações rápidas, práticas e cotidianas. Com a intenção de que a narrativa não fosse apenas uma atividade momentânea no aprendizado das crianças e para que estes pudessem interagir de forma lúdica e interligar o conhecimento adquirido à sua vivência e suas experiências, realizou-se uma dinâmica através de um cartaz e tinta, em que as crianças puderam registrar seu polegar, o qual era uma estratégia s marca para simbolizar seu comprometimento de instruir e ajudar a família, amigos e conhecidos, a partir daquela data na prevenção contra a dengue. Considerações Finais: As estratégias de saúde juntamente ao âmbito social possibilitam a produção e o repasse de conhecimento, a experimentação dos espaços de saúde e a efetivação de finalidades do SUS, permitindo a agregação de valores e a construção e/ou estabelecimento de vínculos, além do desenvolvimento da educação, promoção e prevenção à saúde. Portanto, o acúmulo de experiências e vivências resulta em maior produção de aprendizado e estímulos de melhora na visão dos acadêmicos, contribuindo de forma significativa em sua formação. Dessa forma, o planejamento e a execução do projeto, incluindo a porção narrativa e lúdica da prática, apresentam importante relevância à trajetória acadêmica e favorecem o cumprimento de objetivos integrados a esfera de saúde brasileira. Palavras-chave: Prevenção; Ação Comunitária; Criança.

Downloads

Publicado

2022-11-29

Como Citar

Dutra, V. B. de S., Puziski, A. S., & Campos, G. R. de. (2022). RELATO DE EXPERIÊNCIA: PROJETO ACERCA DA DENGUE PARA PREVENÇÃO E PROMOÇÃO DE SAÚDE NA PRÉ-ESCOLA. Anais Da Mostra Científica Do Programa De Interação Comunitária Do Curso De Medicina, 5. Recuperado de https://periodicos.univag.com.br/index.php/picmed/article/view/2172